Top
CONSTANTINÓPOLIS – 1952 – Blog do Coronel Roberto
fade
3440
post-template-default,single,single-post,postid-3440,single-format-standard,eltd-core-1.1.2,flow-ver-1.4,,eltd-smooth-page-transitions,ajax,eltd-blog-installed,page-template-blog-standard,eltd-header-type2,eltd-sticky-header-on-scroll-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-dropdown-default,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

CONSTANTINÓPOLIS – 1952

CONSTANTINÓPOLIS – 1952

O acidente parece ter sido grave, porém, sabe como é, a imprensa faz aquele alarde. Nesse caso, sequer ofereceu o local preciso do desastre causado pelo ônibus Silva, apenas que na Estrada de Constantinópolis. Em nossos dias, bairro de Educandos e, para os “novinhos”, a estrada é a avenida Leopoldo Peres. Longa artéria, com subida e descida. A reportagem também não informa se o ônibus dirigia-se ao Centro ou, ao contrário, retornava.

Diário da Tarde, 8 de julho de 1952

Um único detalhe que pode permitir a localização: os nomes dos saudosos proprietários das casas atingidas, uma delas de nº 1248: Mustafá Meristenio e Luiz Gonzaga Bezerra.
A reportagem compartilhei do Diário da Tarde (8 julho 1952). Nesta data, eu morava na rua Inácio Guimarães, onde dez dias depois minha mãe – gravemente enferma – viria a falecer, e o Cine Vitória estava em obras. 

Roberto Mendonça
Roberto Mendonça
Follow us on Instagram